quinta-feira, 31 de março de 2011

A Graciosa Comunicação do povo de Deus (parte 1)

Introdução

“Não sai da vossa boca nenhuma palavra torpe, e sim unicamente a que for boa para a edificação, conforme a necessidade, e assim, transmista graça ao que ouvem” – Efésios 4.29.

 

Esta história eu ouvi a muito tempo. não dizer até que ponto ela é verdadeira, mas ela certamente ilustra uma questão importante na comunicação: Um repórter que estava entrevistando casais casados há muitos anos encontrou um que entendeu ser especial. Resolveu perguntar-lhes qual era o segredo de uma vida conjugal tão longa e feliz. Ele perguntou aos dois, mas em separado. O marido respondeu: “Há cinqüenta anos que todo dia de manhã eu saio pra comprar pão. Gostamos de comprar aquele grande, cumprido... sabe, tipo baguete. Então, eu adoro a ponta da baguete, e gosto tanto que a corto, passo manteiga nela e a dou à minha esposa”. Ao passo que a esposa respondeu: “Todo dia de manhã meu marido sai para comprar pão. Ele é dedicado e amoroso. Corta o pão e passa manteiga pra mim. Embora eu deteste a ponta da baguete, eu venho comendo há cinqüenta anos em amor à sua dedicação…”

 

Quando ouvi pela primeira vez esta estorieta, dei risada. Hoje, vendo que muitos casais vivem realidades parecidas, não acho mais tão engraçado... Histórias como esta são usadas para ilustrar o romance; mas elas ilustram algo mais sério do que o romantismo secular; ilustram uma grande falta de comunicação!

 

Comunicar. Eis uma bênção muito pouco valorizada. Você já se deu conta da profundidade da bênção que é a comunicação? Você já se deu conta dos problemas que a falta de comunicação acarreta? Você já reparou os desgastes e as enrascadas em que se nos metemos pela comunicação ruim, mal feita ou feita para o mal, que nós fazemos? Nossa tendência é dizer que sim, mas a dura verdade é que quase nunca levamos em conta os efeitos do pecado na comunicação… O exemplo acima mostra muita coisa, mas a principal delas é a falta de comunicação…

 

Pensemos um pouco em como nos comunicamos uns com os outros! Dentro de casa com os familiares, no trabalho, com os colegas de escola; em resumo, em toda nossa vida social. Vamos chegar a uma de duas conclusões: ou é um verdadeiro fiasco, ou poderia ser bem melhor…

 

Somos os únicos seres criados capazes de responder criativamente à comunicação; de transmitir ideias e desenvolve-las. Podemos falar e sermos entendidos, podemos também falar de transmitir significados ocultos, diversos, alguns nem sempre pretendidos. A comunicação deveria ser sempre uma bênção, mas não é assim sempre, não é?

 

Muito mais que simplesmente nos comunicarmos, Deus quer que nossa comunicação seja agradável e abençoadora. Ele é o Deus da comunicação. Revelação é comunicação especial. Nosso Senhor não quer qualquer tipo de comunicação, sim que nossa comunicação seja como a dele foi para conosco: cheia de afeto e graça.

 

Vamos gastar algum tempo e meditar sobre a comunicação que o povo de Deus tem a responsabilidade de produzir. Somos chamados para imitar a Deus! Deus falou e falou graciosamente! Como, quando e quais objetivos dessa comunicação, você poderá acompanhar por aqui.

 

Vá treinando, comunique-se! A prática e a experiência pessoal serão de grande valia e proverão um celeiro de situações que ajudarão você a entender vivencialmente como estas lições serão valiosas e práticas para sua vida e daqueles que te cercam, são alvos do seu ministério pessoal e te ouvem falar...

 

 

Reações:

1 comentários:

Ligian disse...

Aviso importante e oportuno, já que sempre achamos que o outro tem obrigação de adivinhar o que queremos, não é mesmo?!
Gostei do blog!!

Pesquisar este blog

Pesquisar por assunto

Aconselhamento Bíblico (29) Adultério (1) Aflição (3) Agradar a Deus (4) Alegria (5) Amor (2) Amor ao próximo (1) Anarquia (1) Ano Novo (2) Ansiedade (1) Antropologia (1) Argumentação (7) Arrependimento (6) Auto-engano (1) Auto-estima (2) Auto-exame (2) Auto-justiça (4) Autoconhecimento (2) Autoridade (1) Casais (2) Casamento misto (1) Compaixão (3) Comportamento (13) Comunhão (2) Comunicação (5) Confiança (8) Conflitos (4) Confrontação (3) Conhecimento de Deus (6) Consolo (4) Contentamento (3) Convencimento (8) Coração (6) Coração de pedra (1) Cosmovisão (9) Criação de filhos (6) Cuidado da alma (6) Cuidados do conselheiro (3) Culpa (3) Dependência de Deus (2) Depravação total (1) Depressão (1) deprevação total (1) Desejos do coração (8) Deus conosco (1) Direitos (1) Dor (2) Edificação do irmão (1) Egoísmo (4) Emoções (7) Encorajamento (11) Engano (5) Escolhas (2) Esperança (3) Estudo (1) família (2) Farisaísmo (2) Fariseu (3) (3) Felicidade (1) Filosofia (1) Fundamentos (14) Glória de Deus (6) Guerra (3) Humildade (1) Idolatria (10) Ídolos do coração (3) Imagem de Deus (1) Instrução (4) Intentos do coração (1) intimidade com Deus (1) Inversão de valores (3) Ira (2) Jean Carlos (12) Jean Carlos Serra Freitas (13) Jônatas Abdias (30) Justiça de Deus (1) Justiça própria (3) Justificação (1) Legalismo (2) Liberdade cristã (2) luta por poder (1) Más lembranças (3) meios de graça (1) Mentira (2) mil (1) milt (1) Milton Jr. (59) Monismo (1) Motivação (12) Motivações (4) Obediência (1) Objetivos (1) Oração (2) Orgulho (2) Paciência (3) Palavra de Deus (10) Passado (3) Paz (5) pecado (4) Perdão (7) Piedade (4) Plano de Deus (3) Planos (1) Prática da Palavra (17) Prática do aconselhamento (7) Presença de Deus (2) Pressupostos Teológicos (18) Psicologia (4) Psiquiatria (1) Racionalização (1) Redenção (7) Relacionamentos (7) remédios psiquiátricos (1) Remorso (2) sabedoria (6) Salvação (1) Santificação (3) Soberania de Deus (6) Sofrimento (7) Suficiência das Escrituras (24) Tarefas (2) Temor de homens (2) Temor do Senhor (1) teoria (1) Tesouros (1) tristeza (5) Unidade (1) Verdade (4) Vida cristã (26) Vontade de Deus (4)