sexta-feira, 25 de março de 2011

Quando os planos de Deus não fazem sentido?

Quando somos agraciados por Deus com suas bênçãos, nossos corações se enchem de santa alegria. Somos movidos a cantar e a exaltar o bondoso Deus que nos alcançou com graça e com misericórdia. Ficamos esfuziantes e aptos a animar outros que porventura estejam em graves situações.

Tudo parece perfeito. Entretanto, não podemos nos esquivar de um fato que atormenta muitos cristãos, ou seja, o que fazer quando os planos de Deus não fazem sentido para nós?

No limiar desta pergunta encontra-se uma tragédia nos corações dos cristãos. Muitos se alegram quando tudo caminha dentro da nossa perspectiva, porém, quando Deus decide seguir um roteiro diferente do nosso roteiro, ficamos indignados, frustrados e perdidos, e o mais lamentável de tudo é que passamos a desconfiar de Deus.

O que há de errado com esta geração que não admite ser contrariada pelo Altíssimo? O que há de errado com esta geração de cristãos que ora determinando isso ou aquilo? O que há de errado com esta geração que admite um deus à própria imagem, mas se constrange com o Deus soberano exercendo sua soberania?

Quando os planos de Deus não fazem sentido, muitos procuram respostas enganosas em “novas revelações”. Carnais que são, querem que alguém lhes dê um sentido à vida, pois estão perdidos e agitados como ímpios desobedientes.

Aqueles que agem assim, não querem buscar a verdade em Deus, mas querem que suas verdades, suas vontades e seus desejos carnais sejam satisfeitos. Não sabem o que significa submissão, pois seguem a mensagem da “vitória pessoal”, amam musiquetas evangélicas que ensinam mensagens carnais de vitória, de conquistas, de grandes feitos, enquanto a maior de todas as vitórias, a maior de todas as conquistas, realizadas pelo Rei dos reis fica relegada em um canto qualquer.

Felizmente, todos nós seremos confrontados com uma dura realidade, e, muitas vezes na vida cristã, os planos de Deus não farão sentido para nós. Os cristãos bíblicos, quando se depararem com esta realidade, não ficarão nem frustrados, nem agitados como meninos agitados pelo vento, nem perdidos sem respostas, nem agirão como os ímpios ou como os pagãos modernos dentro das igrejas evangélicas.

Os cristãos bíblicos sabem e confiam na vitória de Cristo na cruz do calvário. Os cristãos bíblicos sabem que todo bem procede de Deus (Tiago 1.17). Alegram-se no fato que tudo o que Deus faz é perfeito, pois sabem quem é aquele que enviou seu único filho para morrer por pecadores como nós para nos resgatar e nos adotar como filhos e herdeiros da nova aliança.

Confrontados com os planos de Deus, se lembram de que tudo coopera para o bem e não para o mal (Rm. 8.28), e se alegram.

O que faremos quando os planos de Deus não fizerem sentido à nossa mente pequena e limitada? Ora, confiaremos em Deus, pois ele é o nosso Criador e tudo o que Deus faz serve para a sua própria glória, mesmo que eu e você não entendamos muito bem isso.
Deus seja louvado, quando entendemos os seus planos e quando não entendermos os seus planos.

Jean Carlos Serra Freitas




Reações:

0 comentários:

Pesquisar este blog

Pesquisar por assunto

Aconselhamento Bíblico (29) Adultério (1) Aflição (3) Agradar a Deus (4) Alegria (5) Amor (2) Amor ao próximo (1) Anarquia (1) Ano Novo (2) Ansiedade (1) Antropologia (1) Argumentação (7) Arrependimento (6) Auto-engano (1) Auto-estima (2) Auto-exame (2) Auto-justiça (4) Autoconhecimento (2) Autoridade (1) Casais (2) Casamento misto (1) Compaixão (3) Comportamento (13) Comunhão (2) Comunicação (5) Confiança (8) Conflitos (4) Confrontação (3) Conhecimento de Deus (6) Consolo (4) Contentamento (3) Convencimento (8) Coração (6) Coração de pedra (1) Cosmovisão (9) Criação de filhos (6) Cuidado da alma (6) Cuidados do conselheiro (3) Culpa (3) Dependência de Deus (2) Depravação total (1) Depressão (1) deprevação total (1) Desejos do coração (8) Deus conosco (1) Direitos (1) Dor (2) Edificação do irmão (1) Egoísmo (4) Emoções (7) Encorajamento (11) Engano (5) Escolhas (2) Esperança (3) Estudo (1) família (2) Farisaísmo (2) Fariseu (3) (3) Felicidade (1) Filosofia (1) Fundamentos (14) Glória de Deus (6) Guerra (3) Humildade (1) Idolatria (10) Ídolos do coração (3) Imagem de Deus (1) Instrução (4) Intentos do coração (1) intimidade com Deus (1) Inversão de valores (3) Ira (2) Jean Carlos (12) Jean Carlos Serra Freitas (13) Jônatas Abdias (30) Justiça de Deus (1) Justiça própria (3) Justificação (1) Legalismo (2) Liberdade cristã (2) luta por poder (1) Más lembranças (3) meios de graça (1) Mentira (2) mil (1) milt (1) Milton Jr. (59) Monismo (1) Motivação (12) Motivações (4) Obediência (1) Objetivos (1) Oração (2) Orgulho (2) Paciência (3) Palavra de Deus (10) Passado (3) Paz (5) pecado (4) Perdão (7) Piedade (4) Plano de Deus (3) Planos (1) Prática da Palavra (17) Prática do aconselhamento (7) Presença de Deus (2) Pressupostos Teológicos (18) Psicologia (4) Psiquiatria (1) Racionalização (1) Redenção (7) Relacionamentos (7) remédios psiquiátricos (1) Remorso (2) sabedoria (6) Salvação (1) Santificação (3) Soberania de Deus (6) Sofrimento (7) Suficiência das Escrituras (24) Tarefas (2) Temor de homens (2) Temor do Senhor (1) teoria (1) Tesouros (1) tristeza (5) Unidade (1) Verdade (4) Vida cristã (26) Vontade de Deus (4)