quarta-feira, 11 de maio de 2011

Para onde caminha a igreja evangélica?


Para onde caminha a igreja evangélica? Já parou para pensar? Afinal, nas últimas décadas, muitas mudanças aconteceram no mundo evangélico, e nem todas as mudanças foram boas.
Vejamos, resumidamente, algumas novidades que surgiram ao longo destes anos: na década de 70, surgiu a “unção do dente de ouro” e, esta passou a ser a marca de espiritualidade. Seus defensores ignoraram a origem dos centros de macumba da Bahia e introduziram tal crença no meio evangélico. Obviamente, como toda heresia, passou, e os seus defensores fizeram de conta que nada aconteceu. Na década de 80, mais uma novidade, ou melhor, algumas novidades: o surgimento de novas igrejas (neo-pentecostais), a ênfase no falar em línguas estranhas ganhando proporções ainda maiores, invadindo e contaminando as igrejas históricas como nunca antes havia acontecido. E, algo que parece ter passado despercebido pela observação crítica, os chamados “cânticos de guerra”, cantados a exaustão, também perderam sua força e sua empolgação diminuiu, porém, uma geração foi discipulada e preparada para a ascensão das “batalhas espirituais”. Na década de 90, surgiu o tal “G12”, cuja origem, segundo seu próprio fundador, veio do céu, diretamente de Deus, orientando a igreja numa nova ordem, pois, segundo tal revelação a igreja havia falhado no cumprimento da evangelização. Mais uma vez a igreja evangélica ignorou a verdadeira Palavra de Deus, especialmente Gálatas 1.8, que afirma: “Mas, ainda que nós ou mesmo um anjo vindo do céu vos pregue evangelho que vá além do que vos temos pregado, seja anátema”, e resolveu adulterar e seguir outro caminho.
Mais recentemente, surgiu a falsa “visão-revelação” de que o mundo seria alcançado, não mais pela pregação do evangelho (exposição bíblica), mas pelos supostos “ministérios de louvor e adoração”. Por isso, muitas igrejas estão abdicando da excelência da pregação para terem mais tempo de cantar, e assim, cumprir a revelação de que “o mundo seria alcançado por meio do louvor”.
Para onde pretendem levar a igreja com tantas novidades a cada nova década inaugurada? Raramente vemos algum pregador mais famoso condenar estes abusos. Raramente vemos os líderes televisivos se pronunciarem como verdadeiros “atalaias” alertando o povo de Deus, ensinando que tais crenças não fazem parte do verdadeiro evangelho do nosso Senhor Jesus Cristo.
A verdadeira necessidade da Igreja é do poder de Deus, por meio da pregação e conhecimento da Palavra (I Cor. 2: 1-5). Lembro-me de algumas histórias de colportores que desbravaram este País, ora distribuindo ora vendendo Bíblias, não para ficarem ricos, ou enxergando nisso um bom “negócio”, antes, a verdadeira motivação era o entendimento da urgência de se anunciar e divulgar a verdadeira Palavra de Deus. Homens simples, outros muito cultos, com um só propósito de divulgar a Palavra de Deus.
Faço uso das palavras do profeta Habacuque e também estou “alarmado”. O declínio evangélico é acelerado e as declarações de grande parte do segmento evangélico seguem cada vez mais distantes das Escrituras Sagradas.
O cenário musical “gospel” repleto de gente produzindo música de qualidade duvidosa, letras imorais referentes ao senhorio de Jesus, heresias cantadas e, para piorar ainda mais, estão recebendo prêmios e aplausos do povo evangélico pelo entorpecimento produzido!
Nossa carreira cristã não deve ser interrompida ou corrompida pelos encantos do poder, do dinheiro, do status e com as seduções deste mundo, ou do mundo evangélico. Temos que continuar o trabalho de nossos antepassados! Proclamar a Palavra de Deus e honrá-lo em todas as circunstâncias da vida, negar-se diariamente em favor de Jesus Cristo, e, cultuá-lo em espírito e em verdade!
Para onde caminha a igreja evangélica?
Ainda que o cenário não seja nada agradável, humanamente falando, quero responder esta indagação fazendo uso das palavras da carta de Judas 3. “Amados, quando empregava toda a diligência em escrever-vos acerca da nossa comum salvação, foi que me senti obrigado a corresponder-me convosco, exortando-vos a batalhardes, diligentemente, pela fé que uma vês por todas foi entregue aos santos.”
É sempre confortador lembrar que um dia a igreja militante será conhecida somente como igreja triunfante.
Conservemos firme a nossa confissão!
Jean Carlos Serra Freitas

Pesquisar este blog

Pesquisar por assunto

Aconselhamento Bíblico (24) Adultério (1) Aflição (2) Agradar a Deus (3) Alegria (5) Amor (2) Amor ao próximo (1) Anarquia (1) Ano Novo (2) Ansiedade (1) Antropologia (1) Argumentação (7) Arrependimento (6) Auto-estima (2) Auto-exame (1) Auto-justiça (4) Autoridade (1) Casais (2) Casamento misto (1) Compaixão (3) Comportamento (13) Comunhão (2) Comunicação (5) Confiança (6) Conflitos (2) Confrontação (2) Conhecimento de Deus (3) Consolo (4) Contentamento (3) Convencimento (6) Coração (5) Coração de pedra (1) Cosmovisão (8) Criação de filhos (6) Cuidado da alma (5) Cuidados do conselheiro (2) Culpa (3) Dependência de Deus (1) Depravação total (1) Depressão (1) Desejos do coração (7) Deus conosco (1) Direitos (1) Dor (2) Edificação do irmão (1) Egoísmo (4) Emoções (7) Encorajamento (9) Engano (4) Escolhas (2) Esperança (3) Estudo (1) família (2) Farisaísmo (2) Fariseu (3) (3) Filosofia (1) Fundamentos (14) Glória de Deus (5) Guerra (3) Idolatria (10) Ídolos do coração (3) Imagem de Deus (1) Instrução (4) Intentos do coração (1) intimidade com Deus (1) Inversão de valores (2) Ira (2) Jean Carlos (12) Jean Carlos Serra Freitas (10) Jônatas Abdias (27) Justiça de Deus (1) Justiça própria (3) Justificação (1) Legalismo (2) Liberdade cristã (2) luta por poder (1) Más lembranças (3) meios de graça (1) Mentira (2) mil (1) milt (1) Milton Jr. (57) Monismo (1) Motivação (12) Motivações (4) Obediência (1) Objetivos (1) Oração (1) Orgulho (2) Paciência (2) Palavra de Deus (9) Passado (3) Paz (5) pecado (3) Perdão (6) Piedade (4) Plano de Deus (3) Planos (1) Prática da Palavra (17) Prática do aconselhamento (6) Presença de Deus (2) Pressupostos Teológicos (18) Psicologia (4) Psiquiatria (1) Racionalização (1) Redenção (7) Relacionamentos (7) remédios psiquiátricos (1) Remorso (2) sabedoria (5) Salvação (1) Santificação (2) Soberania de Deus (6) Sofrimento (6) Suficiência das Escrituras (22) Tarefas (2) Temor de homens (2) Temor do Senhor (1) teoria (1) Tesouros (1) tristeza (5) Unidade (1) Verdade (4) Vida cristã (24) Vontade de Deus (3)