terça-feira, 9 de agosto de 2011

Uma postagem despretensiosa sobre psicologia e aconselhamento

biblia (1)Alguns livros realmente deveriam ser traduzidos para o nosso idioma. Suas experiências transcendem as barreiras culturais que normalmente separam. Um desses livros que se encaixam nesta categoria é o que foi escrito por Richard Ganz, chamado "Psicobabel". Não tenho conhecimento se ele já está em português, mas se não for o caso, realmente é uma pena.

 

A maneira interessante como ele inicia o livro me chamou atenção para a forma como lidamos com os fatos da vida e como o foco e a atenção podem mudar drasticamente o entendimento e a direção da vida.

 

Na abertura de seu livro ele conta uma experiência pessoal, de quando era um psicólogo num hospital. Já havia abandonado o judaísmo e agora era um cristão, entretanto, até então, nunca havia levado seu cristianismo para o trabalho. Havia aquele paciente que tinha problemas severos. Ganz diz que durante a terapia, seu objetivo primário foi fazer aquele paciente falar quatro palavras coerentes. Certo dia o paciente entrou em seu escritório e disse: "Quero me tornar um cristã". Ainda atordoado, Ganz perguntou quando ele desejava fazer isso, e ele respondeu "agora mesmo". Ainda sem saber o que fazer direito, Ganz apresentou o plano de salvação àquele que se tornou cristão na sua frente. Ainda incrédulo diante da situação, Ganz viu aquele paciente se entregar a Cristo, ajoelhar-se e rogar o perdão para os seus pecados. Terminava um atípico dia de trabalho.

 

Na manhã seguinte, o diretor lhe chamou para conversarem em seu escritório. "Richard, deixe-me perguntar: o paciente está falando com todos os outros pacientes e funcionário conclamando-os a se tornarem cristãos. Ele os contou que fora você quem o instruiu na fé, é verdade?" Nada mais do quem um "é verdade" conseguiu sair de seus lábios confusos. Foi quando o diretor lhe explicou que o tinha em alta reputação, que admirava seu trabalho porque o via como um psicólogo competente, mas... e sempre tem um, não... mas, seu cristianismo deveria continuar sendo deixado em casa. Ele mesmo não se importava que Richard fosse um cristão, mas falar de Cristo no hospital não era uma boa ideia. Desde que Richard prometesse não mais fazer isso, ele ficaria feliz em esquecer este lamentável episódio...

 

Richard Ganz resume assim: "...a curiosidade do meu diretor se restringia a este caso, mas ele falhou em não me perguntar: "Ei, como você fez isso, como fez com que ele falasse, e tão eloquentemente?"

 

Veja que as pessoas dizem que seu maior interesse em desenvolver a psicologia é ajudar as pessoas. Mas quando isso acontece como efeito colateral do encontro com Jesus, reputam como coisa ruim. Não ajuda que se quer defender, mas o conceito de que podemos resolver os piores problemas sem a ajuda de Deus.

 

Já reparou que sempre prestamos atenção no que realmente não interessa? Em como reparamos mais na verruga do canto do rosto do que na beleza do rosto em si?

 

Deus conceda força e sabedoria para que possamos cumprir nosso ministério de ajuda verdadeira, de salvação real, de glória ao Senhor!

Jônatas Abdias

Reações:

0 comentários:

Pesquisar este blog

Pesquisar por assunto

Aconselhamento Bíblico (24) Adultério (1) Aflição (2) Agradar a Deus (3) Alegria (6) Amor (2) Amor ao próximo (1) Anarquia (1) Ano Novo (2) Ansiedade (1) Argumentação (7) Arrependimento (5) Auto-estima (2) Auto-justiça (4) Autoridade (1) Casais (2) Casamento misto (1) Compaixão (3) Comportamento (13) Comunhão (2) Comunicação (5) Confiança (6) Conflitos (2) Confrontação (2) Conhecimento de Deus (4) Consolo (5) Contentamento (3) Convencimento (5) Coração (5) Coração de pedra (1) Cosmovisão (7) Criação de filhos (6) Cuidado da alma (5) Cuidados do conselheiro (2) Culpa (3) Dependência de Deus (2) Depravação total (1) Depressão (1) Desejos do coração (7) Deus conosco (1) Direitos (1) Dor (2) Edificação do irmão (1) Egoísmo (3) Emoções (6) Encorajamento (9) Engano (4) Escolhas (2) Esperança (3) Estudo (1) família (2) Farisaísmo (2) Fariseu (3) (1) Filosofia (1) Fundamentos (12) Glória de Deus (5) Guerra (3) Idolatria (10) Ídolos do coração (3) Imagem de Deus (1) Instrução (3) Intentos do coração (1) intimidade com Deus (1) Inversão de valores (2) Ira (2) Jean Carlos (12) Jean Carlos Serra Freitas (10) Jônatas Abdias (26) Justiça de Deus (1) Justiça própria (2) Justificação (1) Legalismo (2) Liberdade cristã (2) luta por poder (1) Más lembranças (3) meios de graça (1) Mentira (2) mil (1) milt (1) Milton Jr. (55) Monismo (1) Motivação (11) Motivações (4) Obediência (1) Objetivos (1) Oração (1) Orgulho (2) Paciência (2) Palavra de Deus (10) Passado (3) Paz (5) pecado (3) Perdão (5) Piedade (4) Plano de Deus (3) Planos (1) Prática da Palavra (17) Prática do aconselhamento (5) Presença de Deus (2) Pressupostos Teológicos (18) Psicologia (4) Psiquiatria (1) Racionalização (1) Redenção (7) Relacionamentos (6) remédios psiquiátricos (1) Remorso (2) sabedoria (5) Salvação (1) Santificação (2) Soberania de Deus (7) Sofrimento (6) Suficiência das Escrituras (22) Tarefas (1) Temor de homens (2) Temor do Senhor (1) Tesouros (1) tristeza (5) Unidade (1) Verdade (4) Vida cristã (23) Vontade de Deus (3)