quarta-feira, 21 de setembro de 2011

E o coração, como vai?

coração checkup 2 A resposta a esta pergunta poderia ser: “Fiz meus exames recentemente e constatei que as taxas de colesterol e triglicerídeos estão muito boas; a pressão está normal; o coração está muito bem!”. Outra poderia ser: “Estou preocupado, ganhei muito peso e a pressão está muito alta; o colesterol também está alto. Não sei se o coração vai muito bem não!”

Essas e outras respostas seriam possíveis, mas não é a esse coração que me refiro na pergunta acima (apesar de ele também necessitar de cuidados). O coração a que me refiro é o descrito pela Bíblia como “o centro de controle do homem”, aquele mesmo que o profeta descreveu como enganoso e desesperadamente corrupto (Jr 17.9).

Infelizmente, são poucos os que têm dado a devida importância a esse coração. Não deveria ser assim, pois a obra do Senhor, morrendo na cruz do Calvário, foi justamente para redimi-lo e restaurá-lo.

Muitos daqueles que estão na igreja e que dizem amar a Cristo têm se contentado simplesmente em seguir regras. Acham que um controle do comportamento já é suficiente para que tenham uma vida reta aos olhos do Senhor. O problema é que mesmo ações e comportamentos que parecem bons podem ter uma motivação errada, e, ainda que os homens aplaudam, não é possível fugir do julgamento daquele que sonda e esquadrinha os corações (Jr 17.10; Jr 20.12).

Diante disso, precisamos estar atentos ao nosso coração. Devemos submeter as nossas ações, palavras e pensamentos ao crivo da “Palavra de Deus que é viva, e eficaz, e mais cortante do que qualquer espada de dois gumes, [...], e é apta para discernir os pensamentos e propósitos do coração” (Hb 4.12). A Palavra de Deus é como um Raio X que expõe as nossas motivações.

É claro que tudo isso é trabalhoso. A Bíblia afirma que “como águas profundas, são os propósitos do coração do homem”, mas afirma também que “o homem de inteligência sabe descobri-los” (Pv 20.5). Devemos, pela graça de Deus, rogar ao Senhor que nos capacite a interpretar corretamente sua Palavra e aplicá-la eficazmente em nossas vidas. Ela é capaz de descortinar os propósitos do nosso coração.

A mudança de comportamento que não leva em conta a sua causa traz frustração e produz fariseus. Constatamos isso com a afirmação de Jesus quanto a eles: “Este povo honra-me com os lábios, mas o seu coração está longe de mim” (Mt15.8).

Guardemos, portanto, o nosso coração, porque dele procedem as fontes da vida. Certamente, as ações, palavras e pensamentos que partem de um coração que guarda a Palavra glorificarão o nosso Redentor.

Milton Jr.

Pesquisar este blog

Pesquisar por assunto

Aconselhamento Bíblico (29) Adultério (1) Aflição (3) Agradar a Deus (4) Alegria (5) Amor (2) Amor ao próximo (1) Anarquia (1) Ano Novo (2) Ansiedade (1) Antropologia (1) Argumentação (7) Arrependimento (6) Auto-engano (1) Auto-estima (2) Auto-exame (2) Auto-justiça (4) Autoconhecimento (2) Autoridade (1) Casais (2) Casamento misto (1) Compaixão (3) Comportamento (13) Comunhão (2) Comunicação (5) Confiança (8) Conflitos (4) Confrontação (3) Conhecimento de Deus (6) Consolo (4) Contentamento (3) Convencimento (8) Coração (6) Coração de pedra (1) Cosmovisão (9) Criação de filhos (6) Cuidado da alma (6) Cuidados do conselheiro (3) Culpa (3) Dependência de Deus (2) Depravação total (1) Depressão (1) deprevação total (1) Desejos do coração (8) Deus conosco (1) Direitos (1) Dor (2) Edificação do irmão (1) Egoísmo (4) Emoções (7) Encorajamento (11) Engano (5) Escolhas (2) Esperança (3) Estudo (1) família (2) Farisaísmo (2) Fariseu (3) (3) Felicidade (1) Filosofia (1) Fundamentos (14) Glória de Deus (6) Guerra (3) Humildade (1) Idolatria (10) Ídolos do coração (3) Imagem de Deus (1) Instrução (4) Intentos do coração (1) intimidade com Deus (1) Inversão de valores (3) Ira (2) Jean Carlos (12) Jean Carlos Serra Freitas (13) Jônatas Abdias (30) Justiça de Deus (1) Justiça própria (3) Justificação (1) Legalismo (2) Liberdade cristã (2) luta por poder (1) Más lembranças (3) meios de graça (1) Mentira (2) mil (1) milt (1) Milton Jr. (59) Monismo (1) Motivação (12) Motivações (4) Obediência (1) Objetivos (1) Oração (2) Orgulho (2) Paciência (3) Palavra de Deus (10) Passado (3) Paz (5) pecado (4) Perdão (7) Piedade (4) Plano de Deus (3) Planos (1) Prática da Palavra (17) Prática do aconselhamento (7) Presença de Deus (2) Pressupostos Teológicos (18) Psicologia (4) Psiquiatria (1) Racionalização (1) Redenção (7) Relacionamentos (7) remédios psiquiátricos (1) Remorso (2) sabedoria (6) Salvação (1) Santificação (3) Soberania de Deus (6) Sofrimento (7) Suficiência das Escrituras (24) Tarefas (2) Temor de homens (2) Temor do Senhor (1) teoria (1) Tesouros (1) tristeza (5) Unidade (1) Verdade (4) Vida cristã (26) Vontade de Deus (4)