quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

A Soberania de Deus – minha constante alegria

Gostaria de tratar aqui sobre a doutrina da soberania de Deus. Lembrar que Deus é soberano não é um favor à alma, mas uma obrigação ao servo fiel e leal a Deus, afinal, ele é o soberano Deus.

Não podemos defender a doutrina da soberania de Deus e ao mesmo tempo, viver como se ela não existisse. Lembrar que Deus é soberano implica em lembrar que Deus controla todas as coisas. Lembrar que Deus controla todas as coisas implica em lembrar que ele está no controle e que devemos descansar e confiar nele, pois todo bem procede de Deus. Lembrar que Deus é soberano, implica em submissão santa àquele que detém todo o poder para fazer valer sua vontade.

Devemos estar atentos às intempéries da vida. Devemos estar atentos quando as abruptas tempestades e tribulações que nos alcançam repentinamente. Devemos estar atentos para não permitir que o nosso coração produza a dúvida, a incerteza, a desconfiança sobre os eternos desígnios de Deus. Muita da nossa fadiga e aflição vem precisamente do triste fato de não confiarmos plenamente em Deus e nele descasar.

Em tempos de alegria, prosperidade e a chegada de bênçãos, somos apressados em declarar como Deus é soberano. Em tempos de aflição e descontentamento, como somos tardios para declarar a mesma verdade.

Quando o coração reluta em descansar no fato de Deus ser soberano, rapidamente nossas obras tornam-se frutos amargos, nossa alegria se esvai e olhamos com desconfiança para o futuro.

Parafraseando o reformador Lutero, “não sei por quais caminhos Deus me guia, mas confio no meu guia”. É assim que devemos proceder, confiando em nosso Pai celestial, pois ele é soberano. Sua majestade não tem fim, e nenhum dos seus planos pode ser frustrado!

Deus é soberano e soberanamente aplica sua bondade e seu perdão. De outra forma, não haveria esperança, não haveria redenção, não haveria comunhão. Nosso senhor Jesus Cristo veio para nos salvar, mas também veio para nos ensinar a honrar o Deus eterno. O mundo, a impiedade, a maldade crescente, a tragédia dos péssimos testemunhos, não podem e não devem impedir que o cristão se alegre e se regozije na bendita realidade da soberania de Deus.

Ainda que esta doutrina ora seja esquecida, ora seja rejeitada no todo ou em parte, não pode ser diminuída, maculada ou anulada. O pecado e a maldade não anulam quem Deus é. Absolutamente nada nem ninguém pode fazer isso.

Ele é o Deus soberano! Seu braço é forte e não pode ser detido. Sua vontade é sempre satisfeita. Seus planos são sempre cumpridos, conforme sua vontade e o seu tempo.

Uma das minhas maiores alegria como ministro da Palavra de Deus é ver com alegria e contentamento em meu coração a vontade do soberano Deus alcançar seus eleitos. Por isso, podemos ler com confiança: "... o meu conselho será firme, e farei toda a minha vontade (Isaías 46:10).

Jean Carlos Serra Freitas

Reações:

0 comentários:

Pesquisar este blog

Pesquisar por assunto

Aconselhamento Bíblico (24) Adultério (1) Aflição (2) Agradar a Deus (3) Alegria (6) Amor (2) Amor ao próximo (1) Anarquia (1) Ano Novo (2) Ansiedade (1) Argumentação (7) Arrependimento (5) Auto-estima (2) Auto-justiça (4) Autoridade (1) Casais (2) Casamento misto (1) Compaixão (3) Comportamento (13) Comunhão (2) Comunicação (5) Confiança (6) Conflitos (2) Confrontação (2) Conhecimento de Deus (4) Consolo (5) Contentamento (3) Convencimento (5) Coração (5) Coração de pedra (1) Cosmovisão (7) Criação de filhos (6) Cuidado da alma (5) Cuidados do conselheiro (2) Culpa (3) Dependência de Deus (2) Depravação total (1) Depressão (1) Desejos do coração (7) Deus conosco (1) Direitos (1) Dor (2) Edificação do irmão (1) Egoísmo (3) Emoções (6) Encorajamento (9) Engano (4) Escolhas (2) Esperança (3) Estudo (1) família (2) Farisaísmo (2) Fariseu (3) (1) Filosofia (1) Fundamentos (12) Glória de Deus (5) Guerra (3) Idolatria (10) Ídolos do coração (3) Imagem de Deus (1) Instrução (3) Intentos do coração (1) intimidade com Deus (1) Inversão de valores (2) Ira (2) Jean Carlos (12) Jean Carlos Serra Freitas (10) Jônatas Abdias (26) Justiça de Deus (1) Justiça própria (2) Justificação (1) Legalismo (2) Liberdade cristã (2) luta por poder (1) Más lembranças (3) meios de graça (1) Mentira (2) mil (1) milt (1) Milton Jr. (55) Monismo (1) Motivação (11) Motivações (4) Obediência (1) Objetivos (1) Oração (1) Orgulho (2) Paciência (2) Palavra de Deus (10) Passado (3) Paz (5) pecado (3) Perdão (5) Piedade (4) Plano de Deus (3) Planos (1) Prática da Palavra (17) Prática do aconselhamento (5) Presença de Deus (2) Pressupostos Teológicos (18) Psicologia (4) Psiquiatria (1) Racionalização (1) Redenção (7) Relacionamentos (6) remédios psiquiátricos (1) Remorso (2) sabedoria (5) Salvação (1) Santificação (2) Soberania de Deus (7) Sofrimento (6) Suficiência das Escrituras (22) Tarefas (1) Temor de homens (2) Temor do Senhor (1) Tesouros (1) tristeza (5) Unidade (1) Verdade (4) Vida cristã (23) Vontade de Deus (3)