terça-feira, 28 de junho de 2016

Filhos adolescentes e a suficiência da Escritura

Em seu livro "Idade da Oportunidade", Paul Tripp conta uma experiência durante uma conferência que o alertou a respeito da maneira como normalmente as pessoas encaram o período da adolescência dos filhos. Embora esta possa não ser a sua experiência, de certo que retrata a maioria dos casos. Pelo menos é esta a sensação que tenho particularmente ao observar o mundo à minha volta.

Depois de relatar um breve encontro com um casal pais de adolescentes, desanimados porque o fim da conferência descortinava a perspectiva de retornar à lida do trato com os filhos, ele escreve: "Há algo inerentemente errado na epidemia cultural do medo e no cinismo em relação a nossos adolescentes. Algo não vai bem quando o objetivo máximo dos pais é sobreviver a esta fase. Precisamos reconsiderar: esta é a visão bíblica de tal período da vida? Esta visão leva a estratégias bíblicas de educação e à esperança bíblica?" (p. 14).

Como pastor também, testemunhei igual sentimento dentro da igreja, mas principalmente fora dela. Nem sempre nos damos conta de que existe este pressuposto de que a adolescência é uma fase a ser "sobrevivida" e nunca desfrutada. Se há alguém que aproveita a fase, estes não são os pais...

Entretanto, como novamente apontado por Tripp, esta concepção não passa de cinismo mundano, e não deve ser adotada por nós cristãos.Na condição de conselheiros bíblicos, não podemos compactuar ou incentivar a adoção ou permanência de tais valores que somente nublam a manifestação da glória de Deus na vida comum do lar.


Se a cultura da sobrevivência nos anos adolescentes (vistos como "anos rebeldes") for tolerada, estaremos dizendo sem palavras, que "as verdades das Escrituras, o poder do Evangelho, a comunicação bíblica e os relacionamentos que agradam a Deus não são páreos para os anos da adolescência", e esta é a "teologia que se esconde atrás desta visão" (p. 15). Não somente a nossa visão da adolescência, mas todo o conjunto de crenças sobre nossos filhos demonstra, na prática, o que realmente cremos sobre a suficiência e o grau  de influência que a Bíblia ocupa em nossa vida.

Se a cultura à nossa volta advoga uma sabedoria cínica e rebelde, é nosso dever pensar e fazer diferente, fazendo valer nossa cidadania celeste. Se quisermos que aqueles à nossa volta encontrem alternativas ao que lhes é oferecido no mundo, precisamos nós mesmos sermos diferentes, e esta diferença precisa ir além do discurso, encontrando o curso da vida.

Este é apenas um exemplo, mas precisamos estar atentos a toda manifestação de cosmovisão que nossa lida diária traz e repensar, se necessário, a maneira como tais coisas revelam a nossa pouca consideração pela Palavra de Deus.

Por isso, se "realmente desejamos ter uma visão dos adolescentes que nos faria acreditar que as verdades que dão vida e esperança a todos que creem não podem atingir o adolescente", então "não podemos conservar uma fé robusta no poder do evangelho se continuarmos aprovando o cinismo de nossa cultura sobre a adolescência" (p. 15-16).

Mas se, pelo contrário, conseguirmos apresentar uma prática decorrente de nossa crença como algo coerente com a visão bíblica desta fase da vida, certamente passaremos outra mensagem. Uma que diga a verdade sobre a vida e a Escritura, ou seja, de que reconhecemos que toda fase da vida, o que inclui a adolescência, possui seus desafios e dificuldades particulares, mas para todas elas existem respostas satisfatórias nas páginas da Escritura Sagrada. A Bíblia é suficiente para a adolescência, e se ela o for para este momento da vida, certamente o será para os demais também. E assim, dispostos a buscar nela a tão necessária orientação, encontraremos material suficiente para enfrentar todos estes momentos com alegria, graça e esperança.

                                                                                                                                         Jônatas Abdias

Reações:

0 comentários:

Pesquisar este blog

Pesquisar por assunto

Aconselhamento Bíblico (29) Adultério (1) Aflição (3) Agradar a Deus (4) Alegria (5) Amor (2) Amor ao próximo (1) Anarquia (1) Ano Novo (2) Ansiedade (1) Antropologia (1) Argumentação (7) Arrependimento (6) Auto-engano (1) Auto-estima (2) Auto-exame (2) Auto-justiça (4) Autoconhecimento (2) Autoridade (1) Casais (2) Casamento misto (1) Compaixão (3) Comportamento (13) Comunhão (2) Comunicação (5) Confiança (8) Conflitos (4) Confrontação (3) Conhecimento de Deus (6) Consolo (4) Contentamento (3) Convencimento (8) Coração (6) Coração de pedra (1) Cosmovisão (9) Criação de filhos (6) Cuidado da alma (6) Cuidados do conselheiro (3) Culpa (3) Dependência de Deus (2) Depravação total (1) Depressão (1) deprevação total (1) Desejos do coração (8) Deus conosco (1) Direitos (1) Dor (2) Edificação do irmão (1) Egoísmo (4) Emoções (7) Encorajamento (11) Engano (5) Escolhas (2) Esperança (3) Estudo (1) família (2) Farisaísmo (2) Fariseu (3) (3) Felicidade (1) Filosofia (1) Fundamentos (14) Glória de Deus (6) Guerra (3) Humildade (1) Idolatria (10) Ídolos do coração (3) Imagem de Deus (1) Instrução (4) Intentos do coração (1) intimidade com Deus (1) Inversão de valores (3) Ira (2) Jean Carlos (12) Jean Carlos Serra Freitas (13) Jônatas Abdias (30) Justiça de Deus (1) Justiça própria (3) Justificação (1) Legalismo (2) Liberdade cristã (2) luta por poder (1) Más lembranças (3) meios de graça (1) Mentira (2) mil (1) milt (1) Milton Jr. (59) Monismo (1) Motivação (12) Motivações (4) Obediência (1) Objetivos (1) Oração (2) Orgulho (2) Paciência (3) Palavra de Deus (10) Passado (3) Paz (5) pecado (4) Perdão (7) Piedade (4) Plano de Deus (3) Planos (1) Prática da Palavra (17) Prática do aconselhamento (7) Presença de Deus (2) Pressupostos Teológicos (18) Psicologia (4) Psiquiatria (1) Racionalização (1) Redenção (7) Relacionamentos (7) remédios psiquiátricos (1) Remorso (2) sabedoria (6) Salvação (1) Santificação (3) Soberania de Deus (6) Sofrimento (7) Suficiência das Escrituras (24) Tarefas (2) Temor de homens (2) Temor do Senhor (1) teoria (1) Tesouros (1) tristeza (5) Unidade (1) Verdade (4) Vida cristã (26) Vontade de Deus (4)