terça-feira, 21 de junho de 2016

Vamos pensar biblicamente? Os males do passado e a esperança da redenção.

aflicao

Durante dois anos, em cada visita que realizava por ocasião do aniversário dos membros da igreja, utilizei o mesmo texto e expliquei basicamente da mesma forma o maravilhoso texto do livro de Provérbios 3.6:

Reconhece-o em todos os seus caminhos, e ele endireitará as tuas veredas.

Ao final destes dois anos, uma irmã percebeu a repetição de um aniversário para outro. Então eu disse que estava usando o mesmo texto há dois anos. Foi uma surpresa para os ouvintes.

Definitivamente precisamos ser mais ágeis na apreensão do ensino bíblico. Precisamos atentar mais rapidamente para a instrução da Palavra de Deus. Precisamos ter toda nossa atenção ao que nos é ensinado. Não podemos permanecer distraídos enquanto as eternas verdades estão sendo apresentadas.

Dito isso, e com o desejo de explorar este maravilhoso texto do livro de Provérbios, preciso fazer a seguinte pergunta: os males do passado estão roubando sua alegria?

Um dos estilos popularizados em nossos dias é a chamada mensagem motivacional, ou, mensagem de autoajuda. Os cristãos que buscam este tipo de mensagem, estão buscando prazer e alívio imediato. Tais mensagens produzem a sensação de alívio. O problema é que os dilemas de um passado ruim e as angústias causadas pelas más lembranças não são devidamente solucionadas. As pessoas que abraçaram a mensagem triunfalista continuam fugindo/ignorando o passado e, pior ainda, como não são confrontadas com o pecado, não são moldadas e transformadas à imagem e semelhança de Jesus. Não há santificação, não há entendimento bíblico sobre a história pessoal, não há gozo e segurança na condução da história pelo Deus Altíssimo, não há esperança.

Voltemos nossa atenção ao texto de Provérbios 3.6: Reconhece-o em todos os seus caminhos, e ele endireitará as tuas veredas. Há aqui duas considerações, uma ordem e uma promessa. A ordem é para reconhecermos Deus em todos os nossos caminhos e a promessa é que ele vai endireitar as veredas. O que isso significa?

Lembremos que as recompensas da sabedoria e do temor ao Senhor são temas centrais no livro de Provérbios. A observância e prática dos princípios da Palavra de Deus são fundamentais para capacitar os cristãos a evitar as perigosas armadilhas da vida.

Tenho visto ao longo destes últimos anos a confusão de perspectivas quanto a ação de Deus. Foi vendida a ideia (e comprada rapidamente) de que devemos esquecer nosso passado e desfrutar do presente para nos preparar para o futuro. Alguns dão a entender que Deus só começou a agir quando do momento da conversão em diante.

Sei que há muitos irmãos fieis com dificuldades reais em função de problemas reais do passado. Sei que há histórias desastrosas e horríveis e que tais fatos tumultuam a vida. Será que a Bíblia ajuda a enfrentar as grandes tragédias do passado que perturbam nossa paz ainda hoje? É claro que a resposta é sim.

Primeiramente devemos lembrar que o Deus Todo-Poderoso reina infinitamente. Ele não joga dados com nossas vidas. Ainda que não consigamos explicar cada detalhe de cada aspecto da nossa história, devemos encorajar nosso coração a descansar em Deus.

Pelo contrário, fiz calar e sossegar a minha alma; como a criança desmamada se aquieta nos braços de sua mãe, como essa criança é a minha alma para comigo.

Salmo 131.2

Não somos reféns do nosso passado ruim. O Senhor nos libertou de tal ordem que podemos olhar para o passado e reconhecer a condução da nossa história.

Reconhece-o em todos os seus caminhos – somos capacitados e descansar à sombra do onipotente Deus.

Salmo 91.1.

Ele endireitará nossas veredas – ele pacificará nosso coração lançando luz celestial atingindo a mente perdida pelas densas trevas do passado. Haverá o reconhecimento de que o Senhor sempre reinou. Ele mesmo santificará nossos sentimentos. Isso não inclui um olhar ingênuo do passado ou, uma amenização das tragédias. Com coragem olharemos para o passado na percepção de que Deus não desampara os seus.

Nossas lembranças ruins, nosso passado desastroso, nossa visão da nossa própria história pode ser redimida por Deus. O texto de Provérbios 3. 6 nos mostra uma ordem e uma promessa: Reconhece-o em todos os seus caminhos, e ele endireitará as tuas veredas.

Minha oração é que os servos do Senhor submetam-se ao seu cuidado e ao pastoreio de Jesus, e assim, experimentarão paz celestial, mesmo em meio ao vale sombrio da morte.

Aguardemos a viva esperança do retorno do nosso Salvador:

Algumas orientações práticas:

1 – Creia de todo o coração que há respostas para nossos dilemas morais na Palavra de Deus;

2 – Confesse o pecado da incredulidade, afinal, quantas vezes desconfiamos do cuidado pastoral do nosso bom Deus;

3 – Creia que há um propósito para todas as coisas. Isso não significa que você entenderá todas as coisas, mas que Deus continua soberanamente no controle da história;

4 – Clame a Deus por um coração quebrantado e humilde.

5 – tenha coragem de rejeitar qualquer ensino ou tentativa de ajuda que não aponte para a Palavra de Deus e sua soberania.

6 – Procure conselheiros comprometidos com Deus e a centralidade da Palavra. Compartilhar os dilemas do coração com outro cristão verdadeiro é um bom meio de Deus nos ajudar.

Reações:

0 comentários:

Pesquisar este blog

Pesquisar por assunto

Aconselhamento Bíblico (28) Adultério (1) Aflição (3) Agradar a Deus (4) Alegria (5) Amor (2) Amor ao próximo (1) Anarquia (1) Ano Novo (2) Ansiedade (1) Antropologia (1) Argumentação (7) Arrependimento (6) Auto-engano (1) Auto-estima (2) Auto-exame (2) Auto-justiça (4) Autoconhecimento (2) Autoridade (1) Casais (2) Casamento misto (1) Compaixão (3) Comportamento (13) Comunhão (2) Comunicação (5) Confiança (8) Conflitos (3) Confrontação (3) Conhecimento de Deus (6) Consolo (4) Contentamento (3) Convencimento (8) Coração (5) Coração de pedra (1) Cosmovisão (9) Criação de filhos (6) Cuidado da alma (6) Cuidados do conselheiro (3) Culpa (3) Dependência de Deus (2) Depravação total (1) Depressão (1) Desejos do coração (7) Deus conosco (1) Direitos (1) Dor (2) Edificação do irmão (1) Egoísmo (4) Emoções (7) Encorajamento (11) Engano (4) Escolhas (2) Esperança (3) Estudo (1) família (2) Farisaísmo (2) Fariseu (3) (3) Filosofia (1) Fundamentos (14) Glória de Deus (5) Guerra (3) Idolatria (10) Ídolos do coração (3) Imagem de Deus (1) Instrução (4) Intentos do coração (1) intimidade com Deus (1) Inversão de valores (2) Ira (2) Jean Carlos (12) Jean Carlos Serra Freitas (12) Jônatas Abdias (29) Justiça de Deus (1) Justiça própria (3) Justificação (1) Legalismo (2) Liberdade cristã (2) luta por poder (1) Más lembranças (3) meios de graça (1) Mentira (2) mil (1) milt (1) Milton Jr. (58) Monismo (1) Motivação (12) Motivações (4) Obediência (1) Objetivos (1) Oração (1) Orgulho (2) Paciência (3) Palavra de Deus (9) Passado (3) Paz (5) pecado (3) Perdão (6) Piedade (4) Plano de Deus (3) Planos (1) Prática da Palavra (17) Prática do aconselhamento (7) Presença de Deus (2) Pressupostos Teológicos (18) Psicologia (4) Psiquiatria (1) Racionalização (1) Redenção (7) Relacionamentos (7) remédios psiquiátricos (1) Remorso (2) sabedoria (5) Salvação (1) Santificação (2) Soberania de Deus (6) Sofrimento (7) Suficiência das Escrituras (23) Tarefas (2) Temor de homens (2) Temor do Senhor (1) teoria (1) Tesouros (1) tristeza (5) Unidade (1) Verdade (4) Vida cristã (26) Vontade de Deus (4)